Carta da Paisagem das Américas

Carta da Paisagem das Américas

Tornamos pública a “Carta da Paisagem das Américas” – escrita no ano de 2018, na Cidade do México -, agora traduzida para o português por Lúcia Veras (que é também uma das redatoras deste importante documento).

A carta, que já foi debatida durante o 5º CIAP Paisagem e Arte, Congresso Internacional de Arquitetura Paisagística, realizado entre os dias 28 e 30 de abril de 2019 em São Paulo-SP, será também divulgada e debatida no 21º Congresso Brasileiro de Arquitetos – CBA, a ocorrer em Porto Alegre-RS entre os dias 09 a 12 de outubro deste ano.

“Alinhada à legislação internacional que reconhece a importância do desenvolvimento sustentável, da valorização da diversidade sociocultural e da participação da população na definição de políticas públicas, a Carta da Paisagem das Américas é um instrumento orientador para a conservação, o planejamento, o desenho e a gestão da paisagem das Américas, com foco no direito à paisagem como um bem de todos, preocupações a serem incorporadas, essencialmente, ao trabalho do Arquiteto da Paisagem. Tem como princípios norteadores:

1. Compreender que somos parte de um todo vivo e nos cabe conservá-lo;
2. Recuperar a cosmovisão e a visão de sacralidade, herança de nossa ancestralidade;
3. Considerar as singularidades do palimpsesto do território para diminuir desigualdades sociais;
4. Retomar a ética ambiental compreendida em sua relação com a estética;
5. (Re)descobrir as raízes da americanidade como condição de futuro.”

Documento completo AQUI  (clicar com o botão direito e depois “abrir em nova aba/guia”)